Inteligência Espiritual – um bem educativo

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Roque Rodrigues Antunes
Ana paula Silva

Resumo

Faz-se neste artigo um mapeamento da literatura sobre inteligência espiritual. Parte-se das primeiras teorias
e percorre-se a evolução das mesmas, sinalizando os principais marcos tais como a teoria das inteligências
múltiplas de Gardner (1995), a inteligência emocional de Goleman (1997) e a inteligência espiritual de
Emmons (1999) e Zohar e Marshall (2004), prosseguindo-se com a análise do contributo de vários autores
até 2013. Procura-se ainda evidenciar a necessidade de considerar este tipo de inteligência no campo da
educação, nomeadamente as suas categorias de transcendência e integração que se nos afiguram como
uma base adequada para a prossecução de uma educação transformadora.
Palavras-chave: Teorias da inteligência, inteligência espiritual; educação

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Antunes, R. R., & Silva, A. paula. (2016). Inteligência Espiritual – um bem educativo. EduSer, 7(1). https://doi.org/10.34620/eduser.v7i1.62
Secção
Artigos