Promoção da Inclusão Escolar pelo Coordenador Pedagógico: Perceções de Professores e de Coordenadores Pedagógicos

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Vera Lúcia Roriz
Carlos Alberto Ferreira

Resumo

As escolas têm de proporcionar uma educação de qualidade a todos os alunos, independentemente da sua condição física, cognitiva, cultural, étnica e religiosa. Pelas funções supervisivas que desempenha, o coordenador pedagógico pode ter um papel importante no apoio aos professores na promoção da inclusão escolar de todos os alunos na escola. Daí ter sido nossa intenção compreender as percepções de coordenadores pedagógicos e de professores do ensino fundamental sobre a ação supervisiva do coordenador pedagógico na promoção da inclusão escolar dos alunos com necessidades especiais. Para isso realizámos uma investigação de natureza qualitativa, concretizada por entrevistas semi-estruturadas a coordenadores pedagógicos e a professores do referido nível de ensino. Através delas foi possível verificar as limitações da ação do coordenador pedagógico na inclusão escolar devido à falta de formação e à ausência de um modelo de supervisão pedagógica para a implementação de práticas de inclusão escolar pelos professores.


Palavras-chave: inclusão escolar; coordenador pedagógico; ação supervisiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Roriz, V. L., & Ferreira, C. A. (2017). Promoção da Inclusão Escolar pelo Coordenador Pedagógico: Perceções de Professores e de Coordenadores Pedagógicos. EduSer, 9(1), 13–30. https://doi.org/10.34620/eduser.v9i1.80
Secção
Artigos