Supervisão, formação de professores e Indisciplina: um estudo baseado na perspectiva de professores estagiários

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maria do Céu Ribeiro
Telma Queirós

Resumo

Tendo em conta que o objecto da supervisão não é fazer julgamentos sobre as competências dos professores nem controlar o seu trabalho mas sim cooperar com eles e, sendo a resolução de problemas disciplinares um dos obstáculos a ultrapassar, para que a integração do futuro professor seja plena, procurámos, com este estudo: i) saber que formação teórica e prática recebem os professores, em formação inicial, sobre gestão de sala de aula e resolução de problemas disciplinares, ii) identificar situações problemáticas vivenciadas pelos professores-estagiários e iii) identificar situações de intervenção individual ou colectiva que constituam tomadas de decisão face a um ou mais problemas disciplinares, em contexto. A metodologia utilizada insere-se no paradigma qualitativo. No presente estudo foram realizadas onze entrevistas a professoresestagiários, do 4.º Ano do curso de Professores do Ensino Básico-1.º Ciclo, A análise dos dados foi feita através da técnica de análise de conteúdo. Podemos concluir que: (i) os professores-estagiários não recebem formação teórica suficiente acerca da gestão de sala de aula e da resolução de problemas disciplinares .


Palavras-Chave – Professor-estagiário; Indisciplina; Formação Inicial; Gestão de Sala de Aula; Supervisão Pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Ribeiro, M. do C., & Queirós, T. (2016). Supervisão, formação de professores e Indisciplina: um estudo baseado na perspectiva de professores estagiários. EduSer, 2(1). https://doi.org/10.34620/eduser.v2i1.17
Secção
Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)